1983 – CADEIRAS PROIBIDAS

Adaptação de contos de:
IGNACIO DE LOYOLA BRANDÃO

Direção:
JAVA BONAMIGO

Elenco:
CARLOS BECKER 
DAISY DA SILVA 
HEITOR SCHMIDT 
JAVA BONAMIGO 
THALES BIEDACHA

Público

Estréia de CADEIRAS PROIBIDAS, Auditório do CEAP, Ijuí, RS (1993).

Java Bonamigo
Java Bonamigo
Carlos Becker, Java Bonamigo e Daisy da Silva
Carlos Becker, Java Bonamigo e Daisy da Silva
Carlos Becker (de costas), Java Bonamigo (com máscara), Daisy da Silva e Heitor Schmidt
Carlos Becker (de costas), Java Bonamigo (com máscara), Daisy da Silva e Heitor Schmidt
Heitor Schmidt, Daisy da Silva, Java Bonamigo e Carlos Becker
Heitor Schmidt, Daisy da Silva, Java Bonamigo e Carlos Becker

Cadeiras 2

Cadeiras 1

Cadeiras 7

CRÍTICA

A montagem de estréia do Grupo Teatral Abrindo Brecha de Cadeiras Proibidas, de Ignácio de Loyola Brandão, seguramente deixa antever uma trajetória de muito sucesso para o teatro amador em Ijuí, amparada na seriedade e dedicação ao trabalho de quatro jovens que fundiram as suas energias para fazerem aquilo que gostam. E Cadeiras Proibidas realmente explodiu na quarta-feira à noite no palco do CEAP, diante de um público que lotou o auditório e aplaudiu entusiasticamente o trabalho do novo grupo, demonstrando ao mesmo tempo satisfação, perplexidade e alegria em sentir que Ijuí tem teatro. O importante é que o grupo escolheu para estréia um texto consistente, levado de forma ambiciosa para o palco, e apresentou uma verdadeira lição de teatro, explorando de forma bonita e bem marca a expressão corporal e os recursos de voz dos quatro atores. A direção coletiva mereceu os aplausos pelo ritmo em que se desenvolveu o espetáculo. Destaque especial para o experiente Java Bonamigo na concepção dos cenários e José Bonamigo na sonoplastia. A iluminação, simples e de muito efeito, esteve a cargo de Cláudio Geraldo Wesendonck. A bela e envolvente música de Astor Piazzolla contribuiu para o perfeito clima de absurdo do espetáculo, que, segundo o professor de Literatura Brasileira, Alberi Maffi, foi uma transposição fiel do texto de Loyola. O espetáculo abre de forma inquietadora e densa: sem palavras. Os quatro atores, apenas vestindo calções e maiô negros se agitam lentamente no palco rindo, grunhindo e andando de quatro. O desafio e a inquietação assim lançados ao público, cativaram a atenção para o desenrolar da peça, que mostra através de diversas cenas e personagens “a visão dos extremos a que pode chegar o homem diante dos absurdos impostos pelo cotidiano”. A vontade de tirar um pedaço da memória, o incrível diálogo do homem consigo mesmo pelo telefone, o recenseamento geral, a inspeção de rotina para verificar a existência das cadeiras proibidas (excelente) culminam com um tragicômico jantar a luz de velas em que justamente o cotidiano sentar para comer leva o homem à extrapolação de seus mais abjetos instintos. Excelente o trabalho de Daisy, Heitor, Java e do estreante Becker. No programa impresso distribuído à entrada, dizem os atores: “Nosso primeiro trabalho chega ao palco graças à força dessa gente inquieta que se espreme por aí, repartindo sonhos de ver Ijuí reconhecida também pela sua arte. O espetáculo que apresentamos é o retrato sem retoque desse nosso dia-a-a-dia alucinado. Nós vamos continuar… ABRINDO BRECHA.” Por favor, continuem!
(Regina Heurich Perondi – JORNAL DA MANHÃ, Ijuí-RS, 22 de janeiro de 1983)
Crítica Cadeiras proibidas
Cartaz (By Moisés Mendes)
Cartaz (By Moisés Mendes)
Capa Programa (By Moisés Mendes)
Capa Programa (By Moisés Mendes)
Programa 01 - Miolo
Programa 01 – Miolo
Programa 01 - Miolo
Programa 02 – Miolo
Cartaz de estreia de Cadeiras Proibidas: foi pintado com pincel atômico no verso de formulários contínuos.
Cartaz de estreia de Cadeiras Proibidas: pintado com pincel atômico no verso de formulários contínuos.
Panfleto
Panfleto
Autorização do autor
Autorização do autor

 

 

Preparação para pegar a estrada - Ijuí - RS
Preparação para pegar a estrada – Ijuí – RS (Jorge Pimentel, Marco Frota, Carlos Becker, Cleusa Biedacha, Francisco Möellwald,  Cida Mendes, Branca Möellwald e Thales Biedacha)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.